sexta-feira, 24 de março de 2017

Tudo o que você queria saber sobre blockchain e tinha receio de perguntar

Aquilo que a internet representa para as comunicações, a tecnologia blockchain vai representar para os negócios — tanto que já está sendo chamada de a "Internet dos Negócios"



De acordo com Don Tapscott, em artigo para a Harvard Business Review, publicado em maio do ano passado, "na década de 1990, os gerentes mais inteligentes trabalharam duro para entender a internet e como ela afetaria seus negócios. Hoje, a tecnologia de blockchain está inaugurando a segunda geração da rede mundial, e se as empresas não quiserem ficar para trás, terão de fugir do dilema do inovador e romper com aquilo que está estabelecido".

Blockchain, do inglês "encadeamento de blocos", são bases de registros e dados distribuídos e compartilhados que possuem a função de criar um índice global para todas as transações que ocorrem em um determinado mercado. Funciona como o livro contábil, só que de forma pública, compartilhada e universal, que cria consenso e confiança entre todas as pessoas, sobre todas as informações, todos os saldos, e todas as transações das contas de cada registro transacional ou comercial.

Não parece simples entender o conceito de blockchain de primeira mão. Há décadas, também não era fácil entender a internet e, para a maioria das pessoas, continua não sendo fácil compreender os conceitos de cloud computing, rede, cliente-servidor, TCP/IP, IPV4/IPV6, etc. Porém, mesmo não entendendo nada sobre tecnologias de rede, a maioria das pessoas usam a internet a todo instante e nem se dão conta disso.

Blockchain é a tecnologia que tornou possível, por exemplo, o bitcoin, a criptomoeda mais utilizada no mundo. Blockchain também está por trás dos smart contracts, os contratos inteligentes que se auto-executam baseado em regras entre as partes, que geram consenso e confiança pública sobre as regras estabelecidas, sem a necessidade de um intermediário, mas este é um assunto que fica para depois.


Leia mais aqui .



VEJAM TAMBÉM:










Nenhum comentário:

Postar um comentário